A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida .

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!

V. de Moraes

Festas universitárias.

12.9.09 / Postado por Pah /


"O que acontece no C7, fica no C7"

Eis o lema dessa festividade acadêmica, que acontece duas vezes ao ano, e gera histórias e causos para serem lembrados (ou esquecidos) para o resto do ano. Geralmente é marcada para o começo do semestre, para alegrar a galera que ainda não está enlouquecido por causa das provas e trabalhos e também para recepção dos calouros, mas devido aos percausos da (já esquecida) gripe H1N1, rolou só agora...


Bom fazem anos que não perco nenhuma, encontrar os amigos (bêbados) conhecidos é de praxe, conhecer novos doidos aleatóriamente e sempre terminar a festa sendo enxotado de lá pelos guardinhas do Politécnico também já é de costume.


Mas uma coisa chamou bastante a atenção esse ano: como há "crianças" nessas festas! Todos da Equipe perceberam e se sentiram aquela pontadinha de "meu como eu estou ficando velho", agregando ao fato que está acontecendo a Feira de Profissões da UFPR, talvez tenha ajudado a contribuir com essa impressão.
_
E fazendo jus ao lema, os outros causos eu "prefiro não comentar"...
^^
Skol R$ 1,75
Jantar no RU R$ 1,30
Encontrar todos os seus amigos "daquele jeito" não tem preço!




Tags

2 comentários:

Comment by Eimy on 13 de setembro de 2009 12:42

É amigaa, realmente a gente esta ficando velho.
Em td lugar que vamos sempre esta dominado por carinhas de bebes haahahah

beijos

Comment by Ni on 14 de setembro de 2009 09:33

Háhá....Perdi..."quem ficar parado vai tomar um tá ligado???? yhauhauaha....ai que me divirto"

Postar um comentário

Deixe seu recado!