A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida .

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!

V. de Moraes

A arte do estar junto

1.3.10 / Postado por Pah /

Que é ótimo estar ao lado de quem a gente gosta, e que aquela vontade louca de estar do lado do nosso amor o tempo todo também bate diversas vezes durante o nosso dia, isso todo mundo sabe...


Mas também temos o outro lado da moeda, afinal quanto maior a convivência, maior é a possibilidade de atrito entre as partes (quem tem irmão sabe exatamente o que estou falando).



Estou divagando sobre esse assunto pois por esses dias pude aproveitar a companhia do meu gato por bastante tempo [e já estou lamentando a fatídica volta as aulas em que os horários estarão sobrecarregados e poderemos nos ver somente nos finais de semana (ou em escapadas durante a semana, caso a saudade aperte)]. Voltando ao ponto: como é bom estar ao lado de alguém que se parece contigo, que te apóia em todos os aspectos, que tem a incrível habilidade de não lhe criticar [tirando os dias pré-defesa de mestrado, que depois de três dias sem durmir, ele diz que você está com cara de "acabada", dá-se um desconto] e que sempre faz qualquer esforço só para poder estar ao seu lado.



E tirando o fato dele querer durmir com o ventilador ligado enquanto você quer se enrolar no edredon, ou quando ele quer ir pra casa e você fica resmungando sempre um "fica mais um pouco"... eu não tenho do que reclamar...


#meunamoradoéomáximo!



E vocês alguma dica ou reclamação acerca da "arte do estar junto"?!...




Tags , , , ,

3 comentários:

Comment by Eimy on 3 de março de 2010 08:38

éee...eu sei bem o que é isso!! hahaha..acho que a mulheres sabem um pouco melhor desse assunto do que os homens né??
mais é tao bom quando ele diz que sentiu sua falta e quer te ver o maximo rápido possivel hahaha

Comment by Aline on 28 de março de 2010 16:44

bom... pra falar do namo.. melhor não publicar aqui o q penso a respeito.. hauhau. Um certo grau de impessoalidade precisa ser mantido por se tratar de membro da equipe.. rsrs. Então colaboro em relação ao citado relacionamento fraterno... Eu e minha irmã.. um caso complicado. Com ela.. difícil, sem ela, agora eu sei.. é bem pior.. hehe. A convivência intensa sempre gera atrito, isso é fato. Mas o legal disso é q os atritos devem servir pra nos humanizar.. pra nos tornar seres menos individualistas, egoístas, fechados, pra nos ajudar a rever nossos conceitos, pra nos evoluir como seres sociais..
a saudade faz com q fique evidente tudo que pra nós é positivo na pessoa que nos falta, por isso ela é necessária as vezes também..
beijo gabi.. te amo amora.

Comment by Pah on 29 de março de 2010 19:37

É sempr quando estamos diariemente ao lado de uma pessoa, sempre acontece algum tipo de briguinha boba, estresses por coisas pequenas, é normal... mas fique longe um dia que vc já está morrendo de saudade!

Postar um comentário

Deixe seu recado!